TRAUMATOLOGIA

Aumento de entregas impulsiona acidentes de moto

Dr. Carlos Mattos – Com a pandemia da COVID-19 e a quarentena acontecendo, temos atendido um grande número de vítimas de acidentes de moto no Hospital PUC-Campinas, especialmente entre os entregadores. Também chama a atenção a gravidade das lesões.

Com o número de desempregados aumentando diante da situação econômica, muitos deles estão optando por realizar entregas para conseguir uma renda, mesmo sem experiência, atividade que tem sido muito necessária agora que as pessoas têm de ficar em casa.

Em fevereiro deste ano, antes de iniciar a quarentena, a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) divulgou que os acidentes fatais de motocicleta aumentaram 10% no comparativo entre 2018 e 2019. No ano passado foram 32 mortes, no ano anterior, 29.

Em Campinas, não vi ainda dados oficiais de aumento dos acidentes no período da pandemia, mas na cidade de São Paulo, por exemplo, houve uma alta de 47,3% nas mortes de motociclistas em março e abril, somando 56 vítimas contra 38 do mesmo período do ano passado, segundo o Infosiga, serviço do governo do estado que mapeia os acidentes de trânsito.

Por isso é preciso alertar esses profissionais para os riscos, especialmente nesse período de contágio do coronavírus, para redobrar a atenção durante os trajetos e evitar acidentes.

Dr. Carlos Mattos é ortopedista, especialista em Cirurgia do Ombro e Lesões Esportivas, Chefe do Departamento de Ortopedia da PUC-Campinas e Diretor Clínico do Hospital PUC-Campinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *