ORTOPEDIAPATOLOGIA DO JOELHO

Lesões da cartilagem: condromalácia

Dr. Carlos Mattos

A cartilagem é um tecido fibroeslástico constituído principalmente por colágeno que reveste todas as articulações do nosso corpo e que tem como função amortecer o impacto e facilitar o deslizamento entre os ossos.

Como a cartilagem articular tem baixo potencial de regeneração, ela pode sofrer diferentes lesões, dependendo das reações das articulações às solicitações biomecânicas, alterações do eixo anatômico, excesso de peso, desequilíbrios musculares e outros tipos de lesões. Sendo assim, as principais lesões que podem acontecer estão relacionadas às articulações que sustentam o peso do corpo, como quadril, joelho e tornozelo.

Dentre as lesões mais comuns, está a condromalácia patelar, que significa o “amolecimento da cartilagem”. Normalmente ela gera dor na parte da frente do joelho e estalidos, principalmente quando o paciente corre, agacha, senta/levanta e desce/sobe escadas.

A condromalácia patelar atinge mais frequentemente mulheres jovens, que normalmente possuem joelho valgo, por causa do formato do quadril da mulher, o que acaba desviando o eixo do joelho levando a um aumento de pressão na região da patela e ao surgimento da condromalácia patelar.

Apesar de não haver um consenso, as causas da condromalácia patelar podem ser estresse repetitivo das articulações do joelho, fraqueza da musculatura do quadril e do joelho ou trauma. No entanto, falta de alongamento, sobrepeso, exercícios feitos incorretamente, hiperpressão patelar, artrose e uso constante de saltos também ajudam no aparecimento da patologia.

Também temos que levar em consideração que certos tipos de esportes e atividades físicas, como corrida, saltos e dança, aumentam o nível de estresse e sobrecarga nas articulações do joelho, o que pode colaborar com o aparecimento da condromalácia patelar.

O tratamento inclui orientação ao paciente para evitar as posições de dor, fazer uso de medicação, gelo e fisioterapia.

Dr. Carlos Mattos é ortopedista, especialista em Cirurgia do Ombro e Lesões Esportivas, Chefe do Departamento de Ortopedia da PUC-Campinas e Diretor Clínico do Hospital PUC-Campinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *