LESÕES ESPORTIVASORTOPEDIAPATOLOGIA DO COTOVELO

Luxação do cotovelo no esporte

Luxação do cotovelo: problema bem comum em praticantes de lutas

Dr. Carlos Mattos – Luxação significa perda de contato articular, ou seja, separação de dois ossos que estão em contato direto e contínuo por meio da cartilagem. E hoje vou falar sobre a luxação do cotovelo. Normalmente as luxações dessa articulação acontecem por queda com o cotovelo esticado e apoiado no chão ou então em esportes que exigem contato direto e ações rápidas, como no judô e jiu-jitsu, onde são aplicados golpes que imobilizam o braço, gerando movimentos de hiperextensão e sobrecarregando as estruturas ligamentares.

E a luxação de cotovelo pode ser completa ou parcial. A luxação completa consiste na ruptura total dos ligamentos e a parcial é a ruptura apenas de uma parte dos ligamentos do cotovelo. Além disso, a luxação pode ser isolada ou associada à fratura, ou seja, nos casos isolados, o tratamento normalmente é colocar a articulação no lugar e depois fazer reabilitação com fisioterapia. Mas, caso seja associada à fratura, o tratamento é mais complexo devido à necessidade de cirurgia.

Em todos os casos de lesão, os pacientes sentem muita dor imediatamente após a o incidente e o mais correto a se fazer é imobilizar o cotovelo e procurar um especialista.

Mesmo nas luxações sem fraturas, podem surgir complicações. Em pacientes que sofreram luxações completas, o cotovelo pode permanecer muito instável e por isso ser necessária a cirurgia para reparos ligamentares. Já nas luxações isoladas, a rigidez do cotovelo é um risco devido ao tempo excessivo de imobilização. Por último, luxações associadas podem apresentar instabilidade, perda de movimento, ossificações em locais errados e lesões neurológicas.

Portanto, é preciso bastante atenção aos movimentos, em especial os praticantes de lutas!

Dr. Carlos Mattos é médico ortopedista, especialista em Cirurgia do Ombro e Lesões Esportivas, Chefe do Departamento de Ortopedia da PUC-Campinas e Diretor Clínico do Hospital PUC-Campinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *